Histórico


Em 1960 foi elaborado o projeto de construção das oficinas, salas de aula, dependências sociais e administrativas da Escola SENAI de São Bernardo do Campo, que tinha por objetivo efetivar o atendimento às indústrias da região, sobretudo às empresas automobilísticas que lá se expandiam aceleradamente.
Em terreno doado pela Prefeitura Municipal, o SENAI construiu uma escola, dividida em três pavilhões, com capacidade para 500 alunos.

Em 1963, durante as festividades do 410º aniversário de fundação da cidade, a escola foi inaugurada com a presença do presidente da República, João Goulart, e várias outras autoridades.
A escola iniciou atividades com cursos de Aprendizagem para as ocupações de Ajustador Mecânico, Mecânico Geral, Ferramenteiro, Torneiro Mecânico, Eletricista, Mecânico de Automóvel e Marceneiro.

Em 1974, a Prefeitura local doou ao SENAI outro terreno, contíguo à escola, onde foi construído mais um bloco para abrigar novas oficinas, permitindo ampliar o atendimento. Efetivamente, a escola duplicou sua capacidade, chegando a receber, a partir de 1975, 1.244 alunos, em regime desdobrado.

Em 1976, em comemoração ao centenário da Batalha do Riachuelo, passou a denominar-se Escola SENAI "Almirante Tamandaré".
Outras ampliações foram sendo feitas e ao final da década de 1980 novos espaços destinados aos equipamentos de microinformática foram introduzidos, com destaque para o laboratório de Projeto Assistido por Computador (CAD-CAM).

Na virada do século, além de cursos de Aprendizagem Industrial e de Formação Continuada, a escola oferecia cursos técnicos de Desenho de Projetos, no período noturno, e de Sistemas Integrados de Manufatura, no diurno. Os ambientes pedagógicos do setor de metalmecânica foi atualizado para abrigar, a partir de 2005, o curso técnico de Automação Industrial.

Por sua vez, a oficina de marcenaria foi modernizada, transformando-se em Centro Tecnológico de Madeira e do Mobiliário, inaugurado em 2006. Essa iniciativa criou condições para que a escola atendesse adequadamente ao Arranjo Produtivo Local (APL) do pólo moveleiro de São Bernardo do Campo. As oficinas, totalmente remodeladas, oferecem equipamentos de primeira linha para a produção e o acabamento de móveis, tratamento de madeiras e montagem. A escola passou a oferecer o curso técnico de Movelaria. A aquisição de equipamentos de ponta também permitiu a renovação do curso de Aprendizagem Industrial de marcenaria.

Projetos especiais foram desenvolvidos para atender especificamente às necessidades das empresas, destacando-se entre eles os Cursos de Aprendizagem Industrial de Mecânico Industrial e o de Operador de Manufatura Veicular e o de Técnico em Mecânica – Produção de Máquinas, que são desenvolvidos para grandes empresas da região de atuação da escola.

Atualmente a Escola tem recebido investimentos para atualização tecnológica de seus ambientes pedagógicos, nas áreas de Metalmecânica, Eletroeletrônica e Automobilística, dotando esses setores de equipamentos com tecnologia de ponta, possibilitando a inclusão do curso Técnico de Mecânica na sua oferta regular.
Com a inclusão do Curso Técnico em Mecânica na oferta da escola, passou a ofertar 5(cinco) cursos técnicos, ampliando o número de área tecnológicas disponíveis para atendimento da região do ABCD.

Exportar Calendário


Você pode exportar os eventos da escola para o Apple iCal, Microsoft Outlook ou Google Calendar.

Fechar